Dia dos Desencalhados

 

Nunca vi feminista encalhada perder uma chance de diminuir homens, já que isso ajuda a aliviar a dor da solidão da mulher encalhada. Um dos problemas da feminista encalhada, que na verdade é o mesmo da feminista desencalhada, é que os únicos indivíduos da classe masculina que elas enxergam são os homens do topo da hierarquia socioeconômica. 

Homens solteiros de alto status - aqueles que a feminista encalhada está de olho, já que são os únicos que ela enxerga - de fato não devem estar sofrendo no dia dos namorados, pois é difícil para homens que estão passando o rodo no Tinder sofrer por falta de uma cara-metade. Sim, sofrer por falta de amor é sofrido, mas passar o rodo ajuda bastante a lidar com o terrível drama da solidão do macho que passa rodo.

O fato é que sofrer com solteirice no dia dos namorados é coisa para incel. Outro fato é que a feminista encalhada não enxerga esses indivíduos, até porque se enxergasse sairia correndo. Melhor sofrer a dor da solidão da mulher encalhada do que desencalhar com macho encalhado.

Macho encalhado ninguém merece, pois quando mulheres estão encalhadas, a culpa é dos padrões de beleza machistas do patriarcado enjeitador. Já quando um homem está encalhado, aquilo só pode ser culpa dele. Se não está comendo ninguém é porque falhou em fazer alguma coisa que promova o afogamento do ganso, então se vira malandro. Deveria ser assim para as malandras que adoram fazer gaslighting com o sexo oposto no dia dos namorados também. 

Para os desencalhados, desencalhadas e desencalhades, desejo um feliz dia dos namorados. Para o resto, desejo que desencalhem, pois o mar é muito fundo para ficar com a bunda atolada na areia. Como sempre digo, se organizar direitinho, todo mundo se dá bem, inclusive a feminista encalhada.  Pinto não cura feminismo, mas ao menos ajuda a aliviar os sintomas. Já é alguma coisa, que é sempre melhor que nenhuma coisa.

Postagens mais visitadas deste blog

O Fardo da Mulher Extrovertida

Calabresa Fagundes

A Casada e o Shortinho

Iara Dupont

O Mundo de Cinderela