Postagens

Mostrando postagens de Março, 2022

Mendigopill

Imagem
  Viralizou virulentamente na viralizosfera a notícia¹ do mendigo que transou com uma popozuda delícia e foi parar no hospital após ser flagrado no carro em plena chumbregância pelo marido, que além ser personal trem faz biscate como corno manso nas horas vagas para complementar o orçamento. O coitado descolou da realidade e está até agora convencido² de que a esposa foi estuprada. Tadinho. Se está todo mundo em choque com essa surreal história, imagine ele que levou chifre de um mendigo e ainda vai ser processado por lesões corporais. Corno só leva na cabeça, gêintchy, e geralmente é na testa. Não há o que fazer, infelizmente, além de tentar explicar o inexplicável com fim de tornar entendível aquilo que não pode ser entendido. Para alguns, a hipófise que explica o femônemo é um suposto fetiche da menina, substantivo inadequadamente empregado para descrever o que na realidade seria uma parafilia. Há parafilias bastante estranhas, como a necrofilia - tara por cadáveres - e a coprofagia

Zeus tá Vendo

Imagem
  Zeus tá vendo você dar piti para sinalizar virtude nas redes sociais com o episódio do deputado Artur do Val, que enviou um áudio em grupo privado de Zap¹ dizendo que mulheres na Ucrânia são fáceis porque são pobres, pérola que vazou para a Cancelosfera. Em qualquer grupo masculino onde homens se sentem à vontade para falar verdades sobre sua intimidade e sua realidade de gênero, aquela conversa é standard, então quem você pensa estar enganando ao fingir estar escandalizadinho, amiguinho? Só pode ser mulheres, mas por quê? Vontade de contar eu tenho, mas se elas descobrirem que é para não ficar sem pepeca, você vai ficar sem pepeca, então não vou vazar nada para não azedar o seu bacalhau. Sempre achei escrota essa obrigação de não ser sincero para não ser condenado a morrer no cinco contra um, mas, para ser sincero, essa regra foi inventada por mulheres, então não há nada que eu possa fazer a respeito. Sinceridade combinada com vida sexual ativa, infelizmente, é um privilégio para Di

Lacraias Apocalípticas

Imagem
  Dizem que alguns¹ conseguem sentir o cheiro de baratas, uma habilidade bastante desagradável, já que a pessoa anda por aí ciente da presença desses insetos nojentos em todo lugar, inclusive na comida. Felizmente não consigo fazer tal coisa, mas a vida, entretanto, me reservou um destino bem mais asqueroso: sou portador de uma mutação genética que me permite detectar feministas. Sou capaz de farejá-las em todo lugar: nas artes, na literatura, na ciência, na filosofia, na política, no cinema, nas leis, nos costumes, no noticiário, nas redes sociais, etc. São muitas, uma verdadeira infestação. Na imagem, por exemplo, vemos um filhote de lacraia peluda tentando atravessar a fronteira da Ucrânia uniformizada com as cores da marcha das Vaal Djiaz. O fotógrafo registrou o momento exato em que a empoderadinha² foi informada de que homens com mais de 18 anos terão que dar ré no kibe, voltar e catar uma guerra para morrer, pois não estão autorizados a deixar o país. O semblante da peludinha é