As Bolas do Eunuco


Shakira se perdeu toda e revelou que seus filhos — Milan, 11, e Sasha, 9 — odiaram o filme da Barbie e se sentiram emasculados. Isso é fake news, já que seguramente os pirralhos não têm idade suficiente para entender esse tipo de vocabulário que até mesmo homens cultos e barbados desconhecem. Ui, fui ver Barbie e me senti emasculado! Gêintchy, please. O indivídue teria que ser emasculado para reportar sensação de emasculação ao ver filme de boneca patriarcal feminista. Ocorre que o emasculado não tem nada a emascular, portanto trata-se de evento impossível. 

O que aconteceu é que os pirralhos ficaram sem entender por que a mãe deles os levou para ver um filme de boneca para meninas de 35 anos onde todos os homens são ou escrotos ou idiotas inúteis. A única maneira de assistir esse filme sem notar esse peculiar detalhe é se você é um escroto ou um idiota inútil, então é com alegria que observamos que os pirralhos da Shakira têm cérebro mais funcional do que o homem feminista, que não notou nada de errado com o filme porque estava ocupado demais se sentindo representado na fita.

Emasculação é evento que ocorre no cérebro, como podemos ver com Varys, o eunuco de Game of Thrones, que mesmo castrado tem mais bagos que o lacrador médio porque a cabeça de cima ainda está intacta. Uma das táticas usadas pelo jeguial lacrador para negar o explícito tom sexista do filme é dizer que não há problema em Barbie ser sexista com homens porque mulheres sempre foram vítimas de sexismo cinema. 

Essa é a famosa técnica de mover a goleira, em que o argumentador pilantra discretamente tenta trocar o assunto de homens para mulheres na esperança de que ninguém note que ele é pilantra. Todo lacrador vai puxar a carta da misoginia no cinema para falar sobre Barbie porque além de pilantra é mentiroso. Ora, se é OK para Barbie ser um filme sexista com homens, então o pilantra mentiu ao negar que o filme não é sexista com homens. 

Em um debate, sempre que possível, jamais devemos perder a oportunidade de estabelecer quem é o pilantra da história. Quando o salafrário é exposto tentando empurrar seu bacalhau vencido pela porta dos fundos, é game over. Aí é só correr para a galera. Supondo que isso não seja diversão suficiente para você, basta perguntar quando é que foi essa misógina época em que mulheres eram retratadas como idiotas inúteis no cinema e correr pra galera outra vez, porque homem é homem, mulher é mulher, boneca é boneca, e lacrador é, além de emasculado, sempre um pilantra mentiroso e salafrário. 


Postagens mais visitadas deste blog

O Fardo da Mulher Extrovertida

Calabresa Fagundes

A Casada e o Shortinho

Iara Dupont

O Mundo de Cinderela