Opressor oprimido



O meme dos jornais que fazem as pessoas odiarem os oprimidos e amarem os opressores envelheceu mal, especialmente porque ninguém mais lê jornais hoje em dia. Tecnicamente falando, nada envelhece bem, portanto a única coisa que esse meme poderia fazer é envelhecer mal. Conforme já denunciou Woody Allen, essa história de que melhoramos com a idade é fake news. Com os anos a decadência física e intelectual é inevitável e irreversível. Tudo fica progressivamente mais lento e, após uma quantidade razoável de anos, até se divertir dá trabalho. A única vantagem que a velhice nos traz é saber que hoje não é tão ruim porque amanhã vai ser pior. Bastante opressor.

O meme envelheceu mal porquê, de acordo com a teoria interseccional moderna, somos todos ao mesmo tempo opressores e oprimidos. A menos que você seja um homem branco hetero economicamente incluído, jovem, físico padrão passa rodo nas oprimidas, livre de doenças, deficiências ou quaisquer outras carências, você está oprimindo alguém pelo simples fato de estar respirando. 

Mulheres brancas oprimem homens negros, que oprimem homens gays, que oprimem a mulher negra, que oprime a mulher branca lésbica, que oprime o homem negro, e assim por diante. É tipo aquele jogo de pedra, papel e tesoura reverso, em que o papel ganha da tesoura porque a tesoura oprime o papel, e assim por diante. Fica difícil nesse cenário, evidentemente, saber quem é o oprimido que os jornais estão fazendo você odiar, e quem é o opressor que eles estão fazendo você amar.

O problema com as classes oprimidas de hoje é que todo mundo quer ser identificado como classe oprimida por alguma razão que ninguém sabe explicar qual é. Oprimido mesmo, aquele do tempo da opressão roots, jamais teve o desejo de se identificar como tal. Não mais do que algumas décadas atrás, o pardo se declarava nórdico para fugir do opressor e pavoroso estigma da negritude. 

Gay de armário também é coisa do passado. Antigamente o sujeito chegava a casar e ter filhos para camuflar sua orientação sexual, algo impossível de exercer publicamente. Hoje em dia ser não normativo é praticamente obrigatório para conseguir emprego em alguns lugares, uma coisa que as pessoas declaram nas redes sociais para ganhar likes. Sou transpansexual não binário fluid maverick two-spirit: mooooorram de inveja seus heteros escrotos! 

Hoje em dia está tudo mudado, então a socialite loira de olho azul com 0,5% de DNA afro se ofende ao ser chamada de negra. Negra não, ela é preta. Preta pretinha porque se reconheceu preta ao se olhar no espelho e concluir que sua história de vida é a história da pretidão. Enfim, hoje em dia a pessoa é o que declara. Por alguma razão que ninguém consegue entender também, elas normalmente declaram aquilo que dá mais benefícios e vantagens. 

Como vemos, o mundo envelheceu mal, pois nada hoje é como nos velhos tempos. Como já disse no início, a dura verdade é que nada envelhece bem. Esse meme das coisas que envelhecem bem é só um fake news que boomers jovens inventaram para vender jornal. Se você não tomar cuidado, os jornais vão fazer você odiar os velhinhos e amar as novinhas. Bastante opressor.

Postagens mais visitadas deste blog

O Fardo da Mulher Extrovertida

Calabresa Fagundes

A Casada e o Shortinho

Iara Dupont

O Mundo de Cinderela