As Beijoqueiras

 


As aves de rapina estão histéricas em revoada sobre a carcaça do selinho de Luis Rubiales¹, selado na jogadora Jenni Hermoso durante a final da World Cup de Futebol Feminista. Em um mundo que premia paranoia, hipocrisia e sinalização de virtude, sem surpresa podemos observar que situação reversa virtualmente idêntica ocorreu recentemente com o jockey Sean Kirrane, selado² por uma madame executiva para comemorar a performance do seu pupilo. 

No caso de Sean, não houve comoção nacional, abutres histéricos tentando capitalizar em cima evento ou campanha selou um, selou todos. Ninguém pediu o afastamento de Katy Perry³ também quando beijou sem consentimento o calouro boca virgem no programa American Idol, não apareceram políticos clamando por justiça e não houve nenhuma Promotoria se movimentando para processar as duas beijoqueiras por assalto sexual. 

Parte da histeria das aves de rapina é motivada por misandria, já que - como é trivial constatar - o único crime de Rubiales é ter nascido homem, mas esse tipo de reação também pode ser entendido como profundamente misógina. São precisamente os histéricos que passam repetindo o mantra de que mulheres são fortes, independentes e capazes de fazer tudo o que homens fazem os primeiros a falhar miseravelmente assim que surge a oportunidade de mostrar que isso é o que de fato acreditam. 

Não há comoção social quando homens são beijados sem consentimento em situações como essa pois a sociedade considera que eles são perfeitamente capazes de lidar com eventos triviais e irrelevantes sem ajuda de terceiros. Sean Kirrane sobreviveu ao selinho sem maiores dificuldades, e o boy que teve a virgindade bucal violada por Katy Perry passa bem, obrigado. É impressionante observar como pessoas que não foram treinadas para encontrar razões para se vitimizar em tudo dificilmente as encontram.

Justiça seja feita, Jenni Hermoso também não pareceu muito motivada a encontrar qualquer coisa além da taça de campeã do mundo de futebol feminista, mas as aves de rapina estão sempre na área em busca de uma carcaça para abutrizar. É irrelevante o quão irrelevante Hermoso tenha considerado seu episódio com Rubiales, o relevante é o quanto terceiros podem lucrar com ele sinalizando virtude para iludir as massas. 




Postagens mais visitadas deste blog

O Fardo da Mulher Extrovertida

Calabresa Fagundes

A Casada e o Shortinho

Iara Dupont

O Mundo de Cinderela