Para Todes as Mulheres

 


Um fabricante de lingerie na Alemanha fez em 2017¹ uma campanha de marketing com o slogan de que seu produto é para todas as mulheres. No caso, TODAS, sugerindo que isso inclui mulheres trans. Sei que o que vou revelar agora vai chocar as pessoas, e é algo que muitas não vão conseguir aceitar de jeito nenhum, mas a verdade é que esses barbados de lingeire que você vê na paisagem cultural desconstruída, embora se declarem mulheres, não são mulheres de verdade. Entendo que é difícil perceber as diferenças entre urubu e translouro, que muitas vezes são sutis, mas felizmente não há nada que está claro que não possa ser melhor escurecido.

Veja bem: alguém com disforia de gênero - a mulher trans - jamais usaria barba, então o que temos é o fenômeno do trans não-binário. Não-binário não existe, portanto trans não-binário também não. O que existe é um plano para convencer os incautos de que elus são mulheres trans. Não seja enganado por essa mentira, pois ela não é verdade. Elus nada mais são do que homens gays tentando aumentar seu status usando o corrimão da esperança para escalar a pirâmide da opressão ou, em alguns casos, bofes hetero querendo acusar lésbicas de transfobia por se recusarem a transar com meninas com penes. 

O plano de denunciar o genitalismo heterossexista da mulher lésbica para comer gente funciona. Se você faz o tipo mãos calejadas, com dificuldades para molhar o biscoito na hipergâmica sociedade patriarcal, declarar-se membro do gênero oprimido é uma boa tática para conseguir xereca, pois há várias lésbicas que preferem transar com homem a serem acusadas de fascistes. Fás centido, já que um menine hetero de lingerie nada mais é do que uma piriguete homo com cintaralho acoplado, ou qualquer outra coisa que elu declare que é.

Quando todes formos mulheres, somente homens serão mulheres, portanto está dado o recado: não seja tapeado por enganadores que declaram ser outra coisa, mas na realidade são uma coisa. Para mais dicas sobre como diferenciar seis de meia-dúzia, siga esta página. 

Postagens mais visitadas deste blog

O Fardo da Mulher Extrovertida

Calabresa Fagundes

A Casada e o Shortinho

Iara Dupont

O Mundo de Cinderela