Ultra Agadê Plãs

 

Graças à Key Alves no BBB, a página Queervoir ultrapassou a marca dos quatro mil seguidores, finalmente obtendo a certificação Ultra Agadê Plãs 4K. Você sabe o que isso significa? Nada. Não fiquei mais bonito com isso, minha conta bancária não aumentou um centavo e meu pinto continua do mesmo tamanho. 

Nada disso importa, pois nunca dei valor a frivolidades como dinheiro e beleza, coisas que carecem de real significado. Pinto maior, entretanto, até que viria a calhar. Não que eu precise, é claro, mas sempre é bom ter uns centímetros a mais sobrando para o caso de alguma eventualidade. Há um sem número de mulheres por aí que abandonam seus parceiros porque eles têm pinto pequeno, mas você já viu alguma abandonando alguém por causa de pinto grande? Claro que não, e nem é bom que abandone mesmo. 

Sabe o que a mulherada faz quando descobre que há um pintão carente de carinho disponível na área? Não sabe, né? Ok, não se desespere. Não é porque você não tem pintão que isso significa que tenha um pintinho. A maioria dos homens têm um pênis que mulheres consideram de tamanho médio, o que provavelmente não vai adiantar muito no seu caso, pois o tamanho de pinto que elas consideram ideal é um número que está acima da média. Que outro número você estava esperando? O seu? Altamente improvável. Outra vez, isso não é razão para desespero. Na pior das hipóteses, tamanho de pinto pode ser compensado com outros tamanhos, como tamanho de conta bancária, por exemplo. 

Como ia dizendo, jamais me renderei ao lado meme da Força, o que significa que meu número de seguidores, que está estagnado há bastante tempo, deve se manter nesses patamares. É um número que considero adequado, algo análogo ao tamanho de pinto médio das meninas: bem que podia ser bem maior, mas muito menor que isso não tem como engolir.

Por falar em seguidores, esse negócio de gente me seguindo sempre me deixou desconfortável, especialmente à noite em ruas vazias e pouco iluminadas. Está me seguindo por quê? Você ao menos sabe para onde estou indo? Não sabe, né? Eu também não, o que não me impede de ter esperança de que um dia, se Frida me permitir, vou chegar lá. Afinal, se toda jornada se inicia com o primeiro passo, por necessidade lógica se encerrará com o último. Estou certo ou tenho razão?

May the Force be with you.

Postagens mais visitadas deste blog

O Fardo da Mulher Extrovertida

Calabresa Fagundes

A Casada e o Shortinho

Iara Dupont

O Mundo de Cinderela