Make Brazil Great Again

 

Já faz uma década que tenho acompanhado quase que exclusivamente o cenário americano, já que tudo o que acontece na Banânia parece ser um eco retardado do que acontece por lá. Eco retardado é redundância, pois todo eco ocorre com retardo, mas usei a expressão na forma não redundante, if you know what I mean, Minduin. 

Por eras, Coxinhas e Mortadelas coexistiram em relativa harmonia, mas bastou Republicanos e Democratas se engajarem em histérica polarização nos EUA durante a era Trump para que pouco depois a polarizosfera brasileira surgisse. Amigos se separaram, famílias se dividiram, contatos foram bloqueados no Face e hordas de polarizominions emergiram da escuridão para se estranhar freneticamente. 

Nos EUA, manifestantes invadiram o Capitólio em 2021 para protestar contra a derrota de Trump, então a invasão do Congresso² por Bolsonaristas é eco³ que já foi cantado em maio de 2022. Já sabemos o resultado da manifestação nos EUA, então só o que nos resta agora é aguardar a faísca atrasada da capital.

Sim, somos republiqueta, mas éramos uma republiqueta limpinha. Sempre fomos colônia, mas tínhamos nossos modos, nossa cultura, nossa história, e existíamos todos em torno do Brazilian Way of Life. Tudo isso é passado, pois em todo lugar que olho hoje, nas leis, no Judiciário, na cultura, nas universidades, no Twitter, só o que ouço é eco, eco, eco...

A reverberação é tão severa que no momento estamos importando ódio racial dos EUA via Teoria Racial Crítica, um câncer ideológico com o qual afro-acadêmicos brazucas se intoxicam na Academia. Somos um país altamente miscigenado e livre de tensões raciais, então se conseguem nos empurrar até isso, quando atolarem o resto você nem vai ver, porque já foi praticamente tudo e você nem notou. 

"Esses vândalos, que poderíamos chamar de nazistas fanáticos, de stalinistas fanáticos... ou melhor, stalinistas não, de facistas fanáticos" - Companheiro Lula⁴ trocando o Tico pelo Teco em momento Joe Biden durante pronunciamento sobre o levante Make Brazil Great Again em Brasília





Postagens mais visitadas deste blog

O Fardo da Mulher Extrovertida

Calabresa Fagundes

A Casada e o Shortinho

Iara Dupont

O Mundo de Cinderela