Grelodurismo

Na minha página volta e meia aparecem uns indivíduos misóginos. O último que vi por aqui disse que mulher é um bicho irracional e contraditório por ser governado pelas emoções. Momentos como esses são os que me dão a certeza de que sou de fato uma mulher translésbica crossdresser, pois também sou contraditórie e governade não só pelas emoções, como pelas emocinhas.

Por exemplo, quando feministas dizem que defendem diversidade de gênero, sou tomado por uma série de emoções contraditórias. Primeiro fico eufórico, depois depressivo, então começo a rir, depois chorar. Em seguida choro e dou risada ao mesmo tempo, e fico naquele estado em que você não sabe se ri, se chora, se ri e chora, ou nem ri, nem chora. Enfim, a vida é mesmo governada por emoções e contradições quando você é menine. 

Em 2022, o número de candidaturas femininas¹ foi recorde, inclusive para presidente, então a única razão para não termos uma presidanta do sexo feminino para fazer a mesma coisa que os homens vão fazer é que mulheres, que são a maioria da população votante, decidiram assim. Isso inclui também o que decidiu a parcela feminista do eleitorado, carinhosamente apelidada² por Pai Lule de mulheres do grelo duro. Chamar feministas de esquerda de mulheres do grelo duro, entretanto, é bastante inapropriado, pois existem também feministas de direita. Grelodurismo de gênero, urge saber, desconhece pólo político, e existe em todas as cores, sabores e até mesmo odores.

Diversidade de gênero para feministas é como igualdade de gênero, algo que defendem somente enquanto é interessante. Assim que tal coisa passa a não interessar, aí elas não têm interesse. Aliás, é de se perguntar em que momento escolher representantes por meio dos seus genitais representa qualquer coisa além de analfabetismo político, incapacidade intelectual ou mera falta de caráter.

Resta, no fim, saber o que é esse tal de grelo que o Pai Lule falou. Se você é menine, procurou o grelo no Google e achou, parabéns. Você contribuiu para a construção de um mundo mais desconstruíde, mais informade, e mais livre de estereótipos tóxicos de gênere, então lembre-se, amiguinhe: masculino de anta não existe. Presidanta, portanto, não tem gênero, então tanto faz se é menino, menina ou menine.


 

Postagens mais visitadas deste blog

O Fardo da Mulher Extrovertida

Calabresa Fagundes

A Casada e o Shortinho

Iara Dupont

O Mundo de Cinderela