Quilômetros de Fila

 

Meu alerta aos jovens que ouviram o discurso do Maurício Santoro sobre a fila do xerox: você ainda não entrou na universidade, então não está nem em condições de entender o que acontece lá. A verdade é que nada no universo pode prepará-lo para o que você vai testemunhar na universidade, então nem adianta se preparar.

Na universidade é assim que funciona: enquanto o Mauricio Santoro fica na fila do xerox e se mata estudando para dar cola para as piriguetes universitárias, as piriguetes estão usando o tempo do xerox para dar para os Chads gênio que absorvem a matéria por osmose e tiram 10 sem precisar estudar. Nessa vida cada um se defende como pode. O Santoro se defende na fila do xerox e as piriguetes se defendem sozinhas, pois não precisam de xerox pra nada. 

Sim, eu sei bem o que eu estou falando. Eu estava lá. Eu era o cara na fila do xerox do lado dos Santoros. A única diferença é que nunca dei cola pra ninguém. Não porque eu não queria dar, é que ninguém queria colar de mim não sei por quê. A vida acadêmica é muito opressora, a vida é muito opressora, então se prepare, pois não tem nem como se preparar para o que está por vir. Você vai procurar estágio porque não tem experiência e só tem estágio para quem tem experiência. Faz como, então? Se vira, faz uma mágica, pois há um caminhão de outras mágicas bem mais difíceis que essa que você vai ter que fazer. 

Por exemplo: se você não come ninguém, as piriguetes não querem dar pra você porque você não come ninguém, então boa coisa você não deve ser. Sem referências elas não contratam. Isso é que nem estágio: primeiro tem que ter comido várias para poder se candidatar a uma vaga de estagiário para comer ao menos uma, sem direito a férias, FGTS nem vale transporte. Faz como então? Se vira, faz uma mágica. Só com mágica pra sair do zero a zero.

Tudo na vida é opressor se você não é Chad com QI 140 que tem emprego garantido na firma do papai e várias piriguetes correndo em desespero atrás suplicando por rola, porque cola elas conseguem com o Santoro. Elas não precisam nem colar. Na hora da prova é só trocar as folhas que o Santoro resolve a prova pra elas. Nenhum Chad vai se arriscar em uma manobra dessas, pois ninguém com QI 140 é otário o suficiente para tentar levar chorando o que ganha de graça rindo. Depois de resolver a prova para as piriguetes, o bravo Santoro volta pra casa sonhando que vai ser recompensado por sua bravura. Palmas pra esse guerreiro.

Pobre Santoro. Fez tudo que podia, e no fim deu tudo certo. Para os Chads. Bravura Acadêmica 10 x Sexo sem Limites Zero. Passa a régua, média 5, empatou. Empate é sempre um bom resultado, como dizia o Felipão, o técnico nota 10 da seleção que passou a vida na fila do xerox pra terminar a carreira tomando 7x1 da Alemanha. Pobre Felipão. Fez tudo que podia, e no fim¹ deu tudo certo. Para a Alemanha.

Lembre-se da Alemanha quando encontrar os Chads QI 140 na faculdade. A vida é assim mesmo. Num dia você se dá mal, no outro levanta as mãos pro céu porque terminou no zero a zero, mas pelo menos não tomou gol. Já é um bom resultado. Por falar em bom resultado, quando encontrar as piriguetes universitárias que conseguem cola do Santoro na fila do estágio já sabe: perdeu, mano, perdeu. Elas não têm experiência nem com fila de xerox, mas nem precisa. Não perca seu tempo fazendo entrevista nessa hora. Volta pra fila do xerox, pois lá é o seu lugar. Várias oportunidades interessantes aparecem em filas, mas é preciso estar atento para não comer mosca e acabar como o Santoro. Teoria 10 x Prática 0.

E por hoje é isso, vivente. Bola pra frente porque ainda falta quilômetros de fila pra você virar gente.

Postagens mais visitadas deste blog

O Fardo da Mulher Extrovertida

Calabresa Fagundes

A Casada e o Shortinho

Iara Dupont

O Mundo de Cinderela