Calabresa com Cebola

 

Marcius Melhem, o Tarado do Pinto, resolveu tirar o tico pra fora e botar na mesa. É um senhor aparelho. Dá medo só de olhar. Melhem tem fartas evidências de como foi a relação com Dani após o episódio da festa, testemunhas que confirmam a versão dele sobre o que ocorreu, além de poder provar que não estava na locação com Calabresa em um segundo episódio onde ele a teria assediado de maiô. Dani tentou armar esse metoo dentro da Globo sem sucesso. Era pra ter dado certo, já que um segundo José Mayer era tudo que a emissora precisava para alavancar a audiência. Para não terem engolido esse bacalhau grátis é porque o cheiro deveria estar insuportável. Ainda assim, o clima de impunidade está tão grande que a advogada de Dani foi gulosa e soltou a história em um jornaleco, acreditando que aquilo iria pressionar a Globo a embarcar na truta. Se deu mal, mas agora não dá para voltar a fita.

A assessoria jurídica do Todas Fritas, como já disse antes, é um fiasco. As papagaias brazucas copiam via redes sociais as tretas das lacraias peludas americanas sem nem mesmo entender o que estão fazendo. Não só a advogada copiou a treta errado, visto que contou lorota em lugares onde o Tarado do Pinto tem álibi e testemunhas, como ignorou as mensagens que ele tem como evidência. Não tem como remendar essa canoa furada, mas a jumenta vai ainda assim tentar aplicar o golpe do stress pós traumático de vítimas de abuso, onde a falsa acusadora, digo, vítima tem amnésia e trata o acusado por meu ursinho, meu lindo, meu querido, minha paixão e meu amado em off por anos após ter sofrido violência. 

Depois de um longo período de amabilidades e afagos, quem sabe até mesmo um séquisso gostoso, um novo evento traumático, como sua carreira ir pro buraco, por exemplo, faz com que a vítima recupere a memória, lembre com detalhes de tudo o que aconteceu anos atrás e miraculosamente passe a agir como uma vítima de abuso. Esse papo furado foi usado no julgamento de Harvey Weinstein, mas o problema é que aqui é a Banânia. Nosso judiciário é uma zona, mas pelo menos é limpinho, então o juiz vai dar risada porque aqui não é os EUA e o fifi dele tá lacrado.

O Tarado do Pinto certamente está sendo assessorado por seu advogado, mas devemos reconhecer mesmo assim que fez uma defesa brilhante na entrevista da Record. Afinal, ninguém chega a Bozó global com um QI de feministo de Instagram. A Globo está pianinho e não quis comprar o metoo reverso para não desagradar seu cast lacrador, mas com a Record na jogada dando voz e holofote a Melhem, se não quiser perder audiência vai ter que entrar na festa em breve também. Enquanto isso Dani está também pianinho e não abriu a boca para falar sobre nada da titica que o Tarado do Pinto está jogando no ventilador. Às vezes o melhor a fazer é manter o bico fechado, porque se começar a falar piora, se é que ainda pode ficar pior do que já está.

Alguém já comeu calabresa fatiada? Hummm... pica na frigideira e mete no fogo alto. Todas Fritas com uma cebolinha é uma dilíssia. 

Postagens mais visitadas deste blog

O Fardo da Mulher Extrovertida

Calabresa Fagundes

A Casada e o Shortinho

Iara Dupont

O Mundo de Cinderela