Melancias

A demente tara por dispensar analogias com base em critérios de identidade parece ser uma falha cognitiva ainda não catalogada pela Ciência. Você chama um gordo de rolha de poço e o tarado da analogia vai dizer que a analogia é inválida porque gordos não são rolhas, nem servem para tapar poços. Como homens obesos e rolhas pra fechar poço não são perfeitamente idênticos, temos uma falsa equivalência. Falsa simetria é a expressão que alguns jegues preferem usar para dar um ar intelectualizado irrefutalóide ao seu discurso. Jeguial.

Photo by Dainis Graveris on Unsplash

Quando comparamos seios com o pênis para raciocinar sobre o que pode ser mostrado ou não, o tarado da analogia imediatamente vai gritar falsa simetria, pois é óbvio que seios e pintos não são idênticos. Mas é claro que não são idênticos, seu jumento. Não, não estou tentando afirmar que você é de fato um jumento, seu jumento. Isso é apenas uma analogia que podemos fazer comparando por equivalência a capacidade cerebral de dois equinos. Ãeeeeeein, naum intindí ki dois umquino é êçi. Ora, o jumento e você, seu asno. É por isso que estamos tentando raciocinar por analogia, comparando seios com o único equivalente possível no corpo masculino, que é o pênis, já que não há outras partes sexualizadas do corpo masculino além do pênis que possamos utilizar para tentar um raciocínio por analogia.

Esse é o momento em que o tarado da analogia colapsa, entra em desespero, buga e dá telinha azul. Como último recurso de uma mente literal simetricamente travada em um loop recursivo infinito de verduras analógicas, ele vai chutar o reset para tentar sabotar a execução da analogia afirmando que seios não são partes sexualizadas do corpo da mulher. O pênis é um órgão sexual, enquanto seios são apenas glândulas mamárias inocentes, coisas fofinhas e maternais que servem para bebê chupar leitinho. Fofinho é o seu cu. É, seu cu também não é um órgão sexual. Não passa de uma inocente glândula cagária. 


Foto de Jessica Gaudioso no Pexels

Desconfio fortemente que, se alguém enfiar uma giromba de 20cm no seu esfíncter, você sentirá uma curiosa sensação de estar fazendo sexo, embora nenhum órgão sexual do seu corpo esteja envolvido naquela chumbregância. Na dúvida, acoque no patê e depois volte para me informar se você teve ao menos a ligeira impressão de estar sentando na jaca, queimando a rosca, pisando na chapinha, cagando pra dentro, escondendo a linguiça, cavalgando jiboia ou qualquer outra expressão correta ou politicamente incorreta equivalente que usamos para descrever por analogia o ato de dar ré no kibe. Fui suficientemente simétrico?

Homens jamais encaram os seios de uma mulher com malícia. Quando eles olham para suas glândulas mamárias, estão sempre pensando em melancias. Nada no universo é mais puro e inocente do que um par de melancias suculentas e deliciosas. Melancias não são órgãos sexuais nem áreas sexualizadas da fruta, portanto a maldade está inteiramente na mente da mulher que está sendo observada, e quem achar que não está, que vá chupar uma banana.

Photo by Mockup Graphics on Unsplash



Postagens mais visitadas deste blog

O Fardo da Mulher Extrovertida

Calabresa Fagundes

A Casada e o Shortinho

Iara Dupont

O Mundo de Cinderela