Victoria Tavares



- Moço, vc tem boia de braço?
- É pra menino ou menina?
- É pra não afundar.
- Tem essa azul aqui. Trinta reais.
- Azul é cor de menino. Não tem uma rosa?
- Tenho, mas essa tem estampa das Periquitinhas Superpoderosas, então é mais caro. Custa R$45,00.
- Que absurdo! Isso é Pink Tax. A indústria machista cobra mais de produtos para meninas para oprimir as mulheres.
- Empodere-se. Compre a boia azul e lute contra o patriarcado.
- Buááááá! Azul é cor de menino. Eu quero a boia rosa das Periquitinhas Superpoderosas!
- Sem problemas. Menina bonita ganha desconto, então faço a rosa por R$39,99.
- Buááááa! Chamar de bonita não é elogio. Isso é opressão de gênero.
- Tá, tá bom. Eu estava só querendo ser simpático para vender o produto. Não tem como ser bonita com essas banhas sobrando por todo lugar aí não, menina.
- Buááááa! Estou sendo oprimida pelos padrões de beleza machistas da sociedade patriarcal opressora. Corpos fora do padrão também são bonitos e sexy.
- Ok, não precisa chorar desse jeito. Você é linda e muito gostosa. Vou fazer a rosa pelo mesmo preço da azul, ok? Precinho pra levar.
- Buááááa! Assédio! 

Tavares, Victoria
38 anos, mãe do Vicente.

Postagens mais visitadas deste blog

O Fardo da Mulher Extrovertida

Calabresa Fagundes

A Casada e o Shortinho

Iara Dupont

O Mundo de Cinderela